sexta-feira, 29 de maio de 2009

As coisas tão mais lindas

As coisas tão mais lindas
( Nando Reis )
Entre as coisas mais lindas que eu conheci
Só reconheci suas cores belas quando eu te vi
Entre as coisas bem-vindas que já recebi
Eu reconheci minhas cores nela e então eu me vi
Está em cima com o céu e o luar
Hora dos dias, semanas, meses, anos, décadas
E séculos, milênios que vão passar
Água-marinha põe estrelas no mar
Praias, baías, braços, cabos, mares, golfos
E penínsulas e oceanos que não vão secar
E as coisas lindas são mais lindas
Quando você está
Onde você está
Hoje você está
Nas coisas tão mais lindas
Porque você está
Onde você está
Hoje você está
Nas coisas tão mais lindas

sexta-feira, 15 de maio de 2009

A hora da Notícia

video

segunda-feira, 4 de maio de 2009

Erecom 2009, a praça é do povo!




Foi realizado de 30 de abril a três de maio, o terceiro encontro regional d@s estudantes de comunicação social (Erecom). O Evento aconteceu na Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), em Vitória da conquista, trazendo como tema principal, a democratização dos meios comunicação.




Nem o frio conquistense e, muito menos, a falta de apoio da UESB conseguiu quebrar o ritmo do encontro. A Comissão organizadora, composta por verdadeiros guerreiros, soube se articular e garantir aos quase 300 estudantes dos estados de Alagoas, Bahia e Sergipe espaços de discussões e debates sobre os seus cursos e sobre comunicação. Quem foi até Vitória da Conquista não se arrependeu.





Nesse erecom teve de tudo um pouco: dos Gd’s (grupo de discussão); Get’s (Grupos de estudos e trabalhos); oficinas de todos os tipos; Mosquemom (Mostre o seu que mostro o meu); e, por fim, o ato público que tomou as ruas conquistenses no último dia do encontro.





Dentre os Gd’s e nos Get’s foram postos em debates vários temas, como estágio, assistência estudantil, a qualidade da formação do profissional de comunicação, o combate às opressões, a democratização da comunicação, entre outros. O espaço do mosquemom serviu para mostrar o estado degradante das escolas de comunicação do país através do relato dos estudantes.



As oficinas foram um dos grandes sucessos do evento. Com massoterapia, dança de salão, poesia, rádioweb, contrapropaganda, malabarismo, produção de fanzine e outras, os encontristas lotaram as salas e aproveitaram o espaço proposto pela C.O. Além das oficinas oficiais, uma, não oficial, chamou muita atenção: a de como confeccionar um baseado. Vale lembrar que essa foi uma iniciativa de alguns participantes do encontro.





O destino também ajudou no sucesso do Ereconkas. Por vontade dele (destino), o ato público que estava marcado para o dia primeiro de maio não aconteceu, sendo transferido para o dia três de maio. Para os que pensavam que isso seria um grande problema, se surpreenderam. O ato serviu como um grande encerramento para um encontro que tinha tudo pra dar errado. Com organização, criatividade e muita vontade, os estudantes conseguiram chamar à atenção da população local e mostrar que a praça é do povo!