terça-feira, 11 de novembro de 2008

Mudanças...



Uma coisa na vida é inevitável: a mudança; e não me refiro só a uma simples troca de atitude, de casa, namorad@ ou o que quer que seja. Mas o importante é termos a noção do quanto seria chato e sem graça a nossa existência se não houvesse as tão ditas e cantadas metamorfoses.

Prefiro ver o mundo através da ótica do grande Raul Seixas, que afirmava preferir ser uma metamorfose ambulante, ele é quem ta certo. Não é normal, (pelo menos é o que creio), uma pessoa passar toda uma vida com uma idéia fixa achando que somente aquele propósito lhe é interessante, fechando-se em uma redoma, na qual ele passa a rejeitar o novo, deixando de lado idéias e pessoas que poderiam ser bastante significativas na sua vida.

Outro grande compositor brasileiro, Gabriel “o pensador”, escreveu o seguinte: “muda que quando a gente muda o mundo muda com a gente”, e é verdade. Vamos imaginar o que seria do mundo se os seus habitantes mantivessem a mesma postura ideologia que há 500 anos? Com certeza esse texto não estaria na Internet, melhor, nem existiria internet. Mudar é preciso.

Temos que mudar sem medo de sermos vistos como covardes, falsos ou coisas do gênero, a mudança tem que ser destemida. É claro que às vezes algumas transformações não saem como o planejado, mas fazer o que se outra característica da vida humana é a imprevisibilidade? Se você não ta muito satisfeito com sua vida: MUDE! Quem sabe assim não melhora.


Um comentário:

Meg Macedo disse...

Muito interessante o seu questionamento sobre a mudança, eu que já mudei tantas as vezes e ainda vou mudar, acredito que não há aprendizado sem mudança.

http://www.diarioalicewbrasil.blogspot.com/

Besitos!!!